Gesso ou Dry-Wall? Qual escolher?

    Depende muito da situação, vamos entender as diferenças desses dois materiais:

Gesso comum

O gesso comum são plaquinhas de 60x60cm encaixadas umas nas outras, penduradas por arames em cada placa até a laje da obra, são chumbadas com massa de gesso e sisal, o acabamento por baixo é feito com massa de gesso e a desempenadeira.

 

Prós:

– melhor acabamento

– mais barato em média 25% comparado ao dry-wall

– mais flexível, pode trabalhar com curvas e molduras

 

Contras:

– instalação lenta

– mais sujeira

– secagem lenta, para receber a pintura, em média uma semana

– está mais sujeito a trincas

– só pode ser instalado sob a laje, se instalado em forros de madeira ou outros a chance de ter trincas e rachaduras são maiores.

 

Dry-Wall ou acartonado:

São chapas grandes 120x180cm ou 120x60cm, também é gesso. Porém, envolvido com papel nos dois lados. A instalação do dry-wall é feita com perfis metálicos, as chapas são parafusadas nos perfis e o acabamento é feito com fita tela ou fita papel juntamente com a massa para dry-wall.

Prós:

– rápida colocação

– menos sujeira

– secagem rápida em média um dia

– pode ser feito sob forro de madeira, laje, zinco…

– pode fazer paredes em Dry-Wall

– para áreas úmidas, existem chapas específicas

   

Contra:

– acabamento não fica perfeito como o gesso. Em alguns casos quando se faz sancas projetando a luz diretamente para o forro de dry-wall, os pintores encontram muita dificuldade para esconder as fitas de topo, isto é, fica aparecendo pequenas ondulações no teto após a pintura. Por esse motivo, muitos arquitetos ainda hoje preferem usar o gesso comum.

– mais caro em média 25% comparado ao gesso

             

Conclusão:   Como disse lá no inicio depende de cada situação, por exemplo, se for uma obra que não tenha laje o Dry-Wall é o indicado por ser mais resistente a rachaduras. Também nas situações que precise de rapidez para terminar a obra ou se a residência já tem morador indico o Dry-Wall por ser mais rápido e menos sujeira. Agora, se é obra que não precise de tanta urgência para terminar, o Gesso cabe perfeitamente, além de o acabamento ser melhor e o custo ser menor.

  Agora que você entendeu as diferenças, clique aqui e veja alguns projetos onde exploro bastante o uso desses dois materiais que fazem toda a diferença na decoração de interiores…          

Tags: , , , ,